18 de agosto de 2012

Meu nego, um colchão e um pacote de bolachas


Acabo de descobrir que é só disso que eu preciso para ser feliz. Como eu contei no post passado, meu negrinho teve que se mudar para cuidar dos negócios da família. Esvaziamos nosso apartamento, mas ainda havia muita coisa para ser feita.  Lá dentro havia ainda muitas coisas para serem transportadas, limpas, colocadas no lixo... 

Depois de me despedir do negrinho dia 4 de agosto, achei que levaria muito tempo para nos vermos novamente. Felizmente eu estava enganada. Logo na quinta feira, dia 9, ele voltou para a minha cidade com o intuito de pintarmos todo o apartamento.

Ele chegou aqui já passava da uma da manhã, mesmo assim ele foi me buscar na casa da minha chefe. Peguei algumas cobertas, meu travesseiro e minha TV e fomos para o nosso apartamento. Vazio.
Uma e meia da manhã estávamos os dois pedalando um colchão de ar, onde passaríamos as próximas 5 noites.  

É incrível como o tempo ganha outro ritmo quando estou com ele. Não vejo as horas passarem...  Tudo ganha outra dimensão, fica mais colorido, mais bonito.

Os dias seguintes foram incríveis. Cada café da manhã, almoço ou jantar compartilhado com ele, mesmo sendo uma quentinha, tornaram-se banquetes. Cada minuto de bobeira após o almoço, sentados em qualquer banco de qualquer praça tomam proporção de um baile imperial romano. Cada carinho recebido, cada afago nos cabelos, cada cócega, cada brincadeira, piada, cada conversa ou oração fazem eu me sentir extremamente amada e feliz.  

Pintamos o apartamento, mas devo confessar que foi tão difícil quanto foi maravilhoso. Fui contaminada pela nostalgia. Cada segundo que passei lá dentro veio recheado de boas recordações. Eu fui incrivelmente feliz naquele lugar. Quem dera se eu pudesse voltar no tempo... =(

E eu não consigo não me perder nesse sorriso | A saudade já não cabe em mim
 Esse é o nosso acampamento dentro do apartamento. A cara de cansados revela o trabalho pesado da semana
Eu faria tudo de novo!


Essa semaninha que passamos juntos também foi muito importante porque juntos, decidimos dar um novo caminho à nossa relação. Juntos a entregamos para Deus. Enfim, estou feliz e sinto que estamos ainda melhor do que antes... Escolhemos e queremos viver debaixo da Graça dEle, mesmo que isso nos exija alguns sacrifícios. ;)

Estes momentos me deram a certeza de que não importam as circunstancias da vida, não importa o tamanho das dificuldades, tudo se torna incrivelmente perfeito quando estamos juntos. Eu o amo tanto! Aposto que só Deus pra saber o tamanho deste sentimento...

Eu não tenho dúvida alguma que é com ele com quem eu quero passar o resto da minha vida. Quero ter meus filhos, netos e bisnetos... Tudo o que eu mais desejo agora é que essa viagem de alguma forma fortaleça ainda mais o nosso relacionamento. Que nos faça mais maduros, mais preparados para enfrentar as dificuldades que uma vida à dois pode apresentar. E que esse sentimento maravilhoso se edifique, crie raízes, frutos e sementes. Muitas sementes.

Tenho certeza de que Deus escreveu uma história linda para as nossas vidas. E o que me deixa mais feliz é que estamos ainda no primeiro capítulo de uma história que continuará a ser escrita até a eternidade.

Porque delícia mesmo é degustar uma garrafa de vinho italiano em copos descartáveis na companhia de quem você ama. Isso sim, não tem preço.

Meu nego, um colchão e um pacote de bolachas é tudo o que eu preciso para ser feliz.


2 comentários:

Naip disse...

Ai Cáren, eu faço ideia do que vc ta passando viu...eu sempre banquei a desapegada, namoro há 2 anos e meio, sendo que 1 ano é a distancia (põe distancia nisto, pq eu moro em mg e ele no paraná)....semana passada fiquei uma semana com ele e desde então meu coração tá tão apertadinho....isto pq antes eu tava toda desencanada pq sei que apesar da gente se amar muito, nossa relação não tem mtas perspectivas de futuro,....mas eu to tão me sentindo tão carente e nostálgica...queria que o tempo parasse, a semana voltasse....foi tipo isto ai q vc descreveu....cada momento inesquecível...mas é a vida que segue e o que tiver que ser será né, boa sorte pra nós :)

Má Eugênia disse...

*-* que linda!!

Postar um comentário